Falar inglês cria-te um nó na garganta?

Se a ideia de teres de falar inglês te faz tremer, transpirar, parece que tens um nó na garganta e que não consegues pensar, isso quer dizer que sofres de ansiedade na aprendizagem e/ou expressão em língua estrangeira. Este tipo de ansiedade está documentada e estudada em artigos de universidades de todo o mundo, mas hoje vou trazer-te a minha visão sobre o tema.

Porque sentes ansiedade quando queres falar inglês?

1. Sou especialista na minha área, mas não em inglês

Passaste anos a estudar e adquiriste experiência valiosa, por isso já és um perito na tua área profissional. De repente, surge um novo desafio que implica a comunicação em inglês e tens receio que a tua competência em inglês não esteja à altura das tuas outras competências e a ansiedade instala-se.

2. E se não me entenderem?

Não te vou mentir… É possível que os outros não te entendam, por vezes. Aliás, nem sempre entendemos aqueles que falam português como língua materna, tal como nós. Por isso é natural que por vezes não te entendam ou não entendas os teus interlocutores. Mantém a calma e repete a tua mensagem de outra forma para que te possam entender. 

E lembra-te que o facto do teu interlocutor não te entender não tem de ser necessariamente tua responsabilidade.

3. Lembra-me os tempos da escola

Tiveste inglês na escola, mas não foi uma experiência agradável? É possível que consciente ou inconscientemente essa memória te afete quando tiveres de falar inglês. No entanto, o contexto é totalmente diferente e ninguém vai avaliar a tua prestação com uma nota de 0 100. Agora estás a aprender inglês e a usar o inglês comum objetivo específico, o objetivo de comunicar.

4. Já sei que o(s) meu(s) colega(s) fala(m) melhor que eu

Esta é uma sensação comum na maioria de nós em diversas circunstâncias da nossa vida, por isso quando tu estás a pensar isto, é provável que muitos dos teus colegas estejam a pensar o mesmo. Ou então, não estão de todo preocupados com isso, porque estão concentrados na tarefa que têm em mãos. O que importa se falas melhor ou pior do que o colega A, B, ou C? Dá o teu melhor e procura melhorar um pouco todos os dias e estás no caminho certo.

5. Se eu falar mal, vou “perder a face” perante a minha equipa

És líder de uma equipa? Então sabes a importância de darmos o nosso melhor, sem medo de errar, logo esta é uma excelente forma de dares o exemplo. Ao comunicares em inglês, mesmo que seja um desafio, estás a passar uma mensagem de esforço e entrega que será valorizada tua equipa. 

Se na tua equipa tiveres pessoas que comunicam em inglês com mais facilidade do que tu, pede-lhes ajuda e preparem a vossa comunicação em conjunto.  

Como “resolver” a ansiedade quando falas inglês?

1. Faz um diagnóstico realista

E se fizesses um diagnóstico da tua situação atual? Provavelmente, vais perceber que as tuas competências comunicativas em inglês são mais fortes do que pensas. Além disso, podes perceber quais são os teus pontos fortes e fracos na comunicação em inglês para que possas “abusar” dos teus pontos fortes e trabalhar para melhorar os outros. 

Se quiseres marcar uma sessão diagnóstica gratuita, podes marcar aqui:

2. Vai com calma

Sê menos exigente contigo. Lembra-te que a perfeição não existe e que o objetivo é conseguires comunicar e não seres O mestre da comunicação em inglês. 

Descobre o que te acalma (algumas respirações profundas, ouvir música,…) e usa isso para gerir a ansiedade.

3. Prepara todos os cenários

Quando chegar o momento em que terás de falar inglês, estuda antecipadamente os possíveis cenários em que terás de o fazer. Será uma situação social? Uma apresentação? Uma entrevista de emprego? Tendo em conta a situação em que terás de intervir, prepara o que poderás ter de dizer e treina com um professor, com um amigo ou familiar. Assim, vais sentir-te mais seguro. E a minha experiência diz-me que a realidade vai ser bem mais simples que os cenários que antecipaste.

4. Confia nas tuas competências

És um excelente profissional e todos os dias trabalhas para melhorar as tuas competências, por isso confia na tua experiência e profissionalismo. Tu estás à altura do desafio e estás preparado para comunicar em inglês e representar-te a ti e à tua empresa ao mais alto nível.

5. Continua a aprender

O processo de aprender inglês nunca termina, por isso continua a investir nesta competência tão relevante e diferenciadora. Só assim vais poder agarrar todas as oportunidades e estar pronto para todos os desafios. 

Podes aprender com um professor (recomendo vivamente as nossas aulas 😉 ) ou de forma autónoma, mas é essencial que continues a tua aprendizagem.

Outros artigos

Atividades de férias

O seu filho passa as férias em frente aos écrans e não sabe o que fazer? As férias escolares são óptimos momentos para pais e

Ver

Fale Connosco