Porque o cérebro gosta de objetivos?

Segundo a Infopedia um objetivo é um substantivo masculino que se refere àquilo que se pretende alcançar, fim, propósito. 

Já todos sabemos que é importante definir objetivos nas diversas áreas da nossa vida e que é importante que estes sejam concretos e bem claros, mas porque serão tão importantes?

Segurança

Ter objetivos faz que sintamos que temos um caminho, uma direção e isso faz-nos sentir seguros. Se não tivermos objetivos, andamos um pouco “ao Deus dará” e então dificilmente poderemos sentir que estamos a ser bem-sucedidos, porque não temos como medir se estamos a ter sucesso ou não. 

Na aprendizagem do inglês, por exemplo precisamos de definir um objetivo claro para sentirmos que estamos a progredir. Se o nosso objetivo for “quero falar melhor inglês”, como podemos saber se estamos a caminhar para atingir esse objetivo? 

O nosso objetivo deve ser, por exemplo, “Quero aprender inglês para participar em reuniões.” Assim, posso estudar/ aprender vocabulário e expressões desse contexto e treinar esse contexto e consigo facilmente saber quando o meu objetivo foi atingido.

Controlo

Quando eu defino objetivos, eu estou em condições de controlar o meu processo de aprendizagem. Como eu sei o que quero e o que preciso, terei facilidade em saber o que devo fazer. 

Se eu não tiver objetivos de aprendizagem bem claros, ou seja, se eu apenas “quiser aprender inglês”, facilmente me sentirei frustrada e terei tendência a desistir. Se eu não tenho objetivos, como posso atingi-los? 

Esta é a principal razão porque muitas pessoas não conseguem aprender inglês: como não têm um objetivo bem definido, sentem que não evoluem, sentem que estão a falhar e param, uma vez que sentem que não vale a pena.

Definição de prioridades

Se tiveres um objetivo bem definido, consegues fazer um plano de trabalho. Por exemplo, se o teu objetivo for participar em reuniões de trabalho, podes partir do teu nível atual e ver o que precisas de aprender para atingir o teu objetivo: vocabulário, gramática, expressões mais comuns. Podes analisar também o conjunto de coisas que precisas de aprender e ver quais queres aprender primeiro e quais queres aprender depois. Podes selecionar que conteúdos são prioritários e quais queres aprender mais tarde. Quando tens objetivos definidos, não tens de andar ao sabor do vento, podes escolher uma direção.

Compromisso

Quando tens um objetivo claro e que tenha sido criado por ti e não imposto por outros, tens um compromisso contigo e com o teu processo de desenvolvimento pessoal e profissional. 

Quando sabes para que queres aprender inglês, por exemplo, terás mais facilidade em definir os passos necessários para atingir o teu objetivo. Como o teu objetivo tem um timing para ser atingido (por exemplo, quero estar preparado para viajar de forma autónoma até julho para poder viajar para Londres sem depender de ninguém) dificilmente desistirás do teu objetivo e vai ser fácil manteres a consistência e a continuidade da execução das tarefas necessárias para chegares à meta a que te propuseste. 

Em conclusão, para teres sucesso, terás de definir primeiramente o que é sucesso para ti, qual é a tua meta e o teu objetivo, para posteriormente definires as tuas estratégias, arranjares as ferramentas necessárias e, se necessário, pedires ajuda de especialistas para assim alcançares o teu objetivo.

Se aprender línguas está nos teus objetivos, clica aqui

Outros artigos

Ace

Quando é que falar alemão é uma mais-valia?

Falar alemão pode ser uma competência inestimável em muitas, muitas circunstâncias pessoais e profissionais, para além de te dar acesso a uma cultura muito rica e diversa e ser porta de entrada para muitas universidades e instituições científicas de renome.

Ver
dicas para o Natal

7 DICAS PARA UM NATAL TRANQUILO

À medida que o Natal se aproxima a ansiedade e a agitação crescem nos corações dos mais pequenos da casa. A chegada do Pai Natal, a reunião da família, os doces e, claro, os presentes.

Ver
viajar

Como viajar sem sair de casa!

Especial Museus Internacionais Muito embora possa preferir a visita presencial, a era digital trouxe-nos a regalia de podermos usufruir de visitas virtuais a cidades, a

Ver

Fale Connosco