A Entrada para o 1º ano

a entrada no primeiro ano


A entrada para o 1º ano é um momento marcante na vida de qualquer criança e na dos seus pais. Durante o pré-escolar as crianças não estão só a brincar. Elas estão a brincar! E devem fazê-lo. Quanto mais brincarem mais estão a aprender. Antes dos 6 anos a criança deve adquirir uma série de competências que são fundamentais para estar à altura de todos os desafios que a entrada para o 1º ano acarreta.

1.      Estar motivado e ter uma atitude positiva face à escola com curiosidade, motivação e desejo de aprender coisas novas é meio caminho andado para que toda esta fase corra muito bem.

2.      É necessário que a criança saiba respeitar as regras e o grupo, sendo capaz de aceitar e seguir regras de vida social; saber escutar e esperar pela sua vez de falar; compreender e seguir orientações, tomando também as suas próprias iniciativas.

3.      Saber lidar com a frustração é outra competência importante. No 1º ano as crianças vão deparar-se muitas vezes com o insucesso ou o demorar mais do que outros a conseguir fazer uma determinada tarefa. É importante que não tenham medo de falhar e que compreendam que estão lá para aprender.

4.      Em relação ao desempenho escolar e expectativas dos pais relativamente ao mesmo, importa relembrar que o valor da criança não se resume aos resultados escolares. Os pais terão que ajustar as suas expectativas e não concentrar a sua atenção apenas na escola e nos resultados.

5.      Outro ponto importante é não transmitir ansiedade às crianças. Nesta fase, tendem a surgir perguntas e comentários, particularmente por parte das famílias, tais como: “Vais para a escola dos grandes”; ”Agora vais ter que aprender a ler e a escrever”; “Vais ter trabalhos de casa para fazer todos os dias”, o que pode despoletar alguns sintomas de ansiedade na criança. O importante é que a criança viva este momento com o máximo de serenidade possível. É essencial centrar a comunicação no que a criança tem à sua espera de entusiasmante, especialmente os novos amigos, professores e brincadeiras.

6.      É essencial falar com a criança sobre a escola com antecedência e, sobretudo, criar uma expectativa positiva em relação à sua entrada de forma a promover na criança segurança e confiança na nova etapa da sua vida. Os pais poderão falar sobre as suas próprias experiências pessoais na escola primária. As crianças gostam muito de ouvir estas histórias sobre os pais. Por fim, mostre a escola à criança e permita que participe nas compras dos materiais escolares!

Sandra Santos,

Psicóloga Clínica

            FALE CONNOSCO