Quando a desmotivação nos impede de avançar temos que procurar inspiração.

Da grande desmotivação com o Inglês até ao despertar para o nosso incentivo!

Algumas crianças e jovens chegam até nós com uma grande desmotivação pela língua inglesa, pela aprendizagem do Inglês e mesmo considerando que apenas conseguem ter más notas a esta disciplina curricular.

No entanto, os adultos, por vezes, também nos chegam com a crença de que ‘o Inglês não é para mim’, ‘eu não tenho jeito para o Inglês’, ‘eu não consigo falar em Inglês’, ‘com esta idade já não vou nunca aprender Inglês…’ 

Pois bem, não passam de crenças, muitas vezes enraizadas, que não são de todo realidade. Por vezes trata-se de falta de incentivo. E tudo isto leva à desmotivação e à incapacidade de progressão que impossibilita mesmo a acção de aprender Inglês.

Na realidade, todos conseguimos aquilo a que nos propomos e a que nos dedicamos. Com empenho e a inspiração certa todos chegamos lá.

O que faço com os meus alunos que chegam com esta desesperança na aprendizagem do Inglês?

Em primeiro lugar, faço por conhecer os gostos e a pessoa que é. Começando por fazer com que se sinta confortável em falar em Inglês e colocando o seu interesse em foco. Quando nos interessamos, dedicamo-nos melhor.

Simplifico o Inglês, torno-o divertido e acessível e mostro que com o Inglês podemos compreender, participar e fazer muitas coisas interessantes. Podemos conversar com ingleses ou com outras pessoas que falam Inglês, por todo o Mundo, podemos viajar e comunicar em Inglês com todos com quem nos cruzamos nessas viagens, podemos ver filmes em Inglês, ouvir música em Inglês, ler em Inglês, falar em Inglês em diversas situações, desde uma conversa entre amigos ou com pessoas que se acabam de conhecer até fazer uma apresentação em Inglês! É fantástico, as portas que se abrem com o Inglês!

O ganhar confiança!

A seguir vem o fator confiança! Tentamos exercícios mais simples e vamos evoluindo em complexidade, conseguindo subir um degrau de cada vez na aprendizagem até ganharmos confiança para exercícios, áudios, filmes, músicas, conversas, entre outras muito interessantes, com mais e mais exigência na língua inglesa.

É um percurso que se faz caminhando, um passo de cada vez, uma palavra nova de cada vez, uma estrutura gramatical de cada vez, uma conversa de cada vez, um texto de cada vez… Até sermos fluentes na língua inglesa.

Este percurso não é imediato, leva tempo, precisa de muita dedicação mas vale muito a pena e pode ser muito divertido!

Captar a atenção e fazer um ajuste para o equilíbrio entre a parte séria da aprendizagem e as formas divertidas para o fazer!

Para esse fim, adoto estratégias que captem mais a atenção do aluno e que lhe permitam aprender de uma forma mais descontraída. Para esse efeito ajusto um equilíbrio entre a parte séria da gramática, do vocabulário e da oralidade, com formas de aprendizagem divertidas, como por exemplo: vídeos, músicas, filmes, livros, jogos, entre outros, contando com conversas informais e casuais sobre o nosso dia-a-dia ou assuntos do seu interesse, em Inglês.

Descomplicamos o Inglês!

Desta forma descomplicamos o Inglês e a forma de aprendizagem deixa de ser rígida, impositiva e aborrecida e passa a ser tudo mais fácil, flexível, divertido e espontâneo.

Afinal o Inglês não é nenhum bicho de sete cabeças e todos nós aprendemos a falar e a escrever Inglês! Basta para isso querer, empenhar-se e divertir-se muito pelo caminho.

O Inglês é afinal interessante, divertido, muito útil e abre horizontes e oportunidades!

Com a prática, dedicação e empenho no seu dia-a-dia todos os alunos conseguem chegar lá e passam a ver o Inglês como interessante, divertido, muito útil e abrem assim as suas perspectivas, os seus horizontes e as suas oportunidades com a língua inglesa.

Abrimo-nos para o Mundo porque conseguimos comunicar melhor com todo ele, em Inglês. Imaginem as possibilidades e as oportunidades que nos podem surgir! São muitas e alcançáveis e comunicar em Inglês torna-se espontâneo!

Desde pedir um café em Londres, ler um livro do nosso escritor inglês preferido na sua língua de origem ou de um tema que adoramos em que apenas existem livros em Inglês, ouvir uma música em Inglês, compreendê-la e mesmo cantá-la, ouvir os podcasts dos temas que mais gostamos em Inglês, ver o nosso filme inglês favorito sem legendas, fazer uma apresentação para um público inglês numa universidade através de um programa como o Erasmus ou uma apresentação profissional em inglês e/ou no estrangeiro… e muito, muito mais… O leque de oportunidades é tão vasto…

A partilha das conquistas!

A cada dia os nossos alunos vão partilhando connosco as suas conquistas diárias, na língua inglesa… e ao longo do tempo vão sendo cada vez mais, melhores e com mais efeitos nas suas vidas. Com consistência e persistência, os resultados aparecem!

É muito gratificante e enriquecedor também para nós vermos um aluno que dizia que ‘não conseguiria nunca falar em inglês’ agora ter uma conversa ou todo um discurso em Inglês e sem hesitar. 

É este o efeito, é este o resultado, o de sabermos comunicar bem em Inglês em qualquer circunstância, em qualquer lugar, em qualquer altura e com qualquer pessoa.

E não haverá melhor conquista do que nos permitirmos aprender e desenvolvermos o nosso leque de conhecimento, em Inglês!

It’s a pleasure to teach and it’s a bigger one to learn more and more!

É um prazer ensinar e é um prazer ainda maior aprender mais e mais!

Cristina Jesus

English Teacher

Outros artigos

Fale Connosco